Nada de novo no front

0
117

Com certeza Itajaí, apesar de curva de rio, não merece o que está passando, onde o que era ruim consegue ficar pior, bem pior.

O governo morastônico mal chegou aos seus cem dias e já tem forte rejeição popular, até mesmo pela inatividade que apresenta até então quanto às obras e serviços e a hiperatividade no quesito empregabilidade para amigos e correligionários, que inviabilizou mais ainda as contas do município.

Ninguém afirma, mas o comentário é bastante forte, que o ex-prefeito Jandir Bellini deixou a prefeitura com um endividamento que ultrapassa 100 milhões de reais. Interessante é que o atual prefeito, mesmo não tendo recursos financeiros nem para comprar papel higiênico para os postos de saúde, nada diz a respeito desse assunto, sinal de que onde há fumaça, há fogo.

“No seu velho estilo valentão do “eu mando eu quebro e arrebento”, não está nem aí para a opinião pública”

Por outro lado, no seu velho estilo valentão do “eu mando eu quebro e arrebento”, não está nem aí para a opinião pública. O que manda agora é ocupar os espaços da máquina com os colegas que o auxiliaram na campanha, mesmo sendo notórios inaptos para os cargos para os quais foram nomeados. Tudo em nome da próxima eleição, cuja meta principal é eleger o seu filho deputado estadual a qualquer custo, a qualquer preço. Essa, a eleição do filhote do prefeito, será outra conta salgada que terá que ser arcada pelo povo itajaiense, basta ir conferindo no dia a dia os acontecimentos futuros.

Portanto, passados cem dias desde a posse, não temos nada de novo no front.

Enquete sobre os primeiros cem dias do governo Volnei Morastoni (PMDB), realizada pelo Click Camboriú no dia 10 de abril.
Enquete sobre os primeiros cem dias do governo Volnei Morastoni (PMDB), realizada pelo Click Camboriú no dia 10 de abril.

DEIXE UMA RESPOSTA